O Credo

Localização da Página:
» Conferir na Bíblia » O Credo
Tags: #orações,


Creio em Deus.
“Nosso Deus é único senhor” (Dt 6,4).
Pai todo poderoso.
“O que é impossível para os homens é possível para Deus” (Lc 18,27).
Criador do céu e da terra.
“No princípio de todo, Deus criou o céu e a terra” (Gn 1,1).
E em Jesus Cristo.
“Ele é o resplendor glorioso de Deus, a imagem do que Deus é” (Hb 1,3).
Seu único filho
“Pois Deus amou tanto ao mundo, que lhe deu a seu próprio filho para que todo o que nele crê não se perca, mas tenha vida eterna.” (Jo3,16).
Nosso Senhor.
“Deus estabeleceu como Senhor e Messias” (Act 2,36).
Que foi concebido pelo poder do Espírito Santo.
“O espírito santo virá sobre ti, e a força do altíssimo estenderá sobre ti a sua sombra. Por isso, aquele que vai nascer é santo e será chamado filho de Deus.” (Lc 1,35).
Nasceu Virgem Maria.
“Tudo isto aconteceu para que se cumprir o que o senhor tinha dito pelo profeta: Eis que a virgem conceberá e dará a luz um filho; e hão de chama-lo Emanuel; que quer dizer Deus conosco.” (Mt 1,22-2)
Padeceu sob Pôncio Pilatos.
“Então, Pilatos mandou levar Jesus e flagelá-lo. Depois, os soldados entrelaçaram uma coroa de espinhos, cravaram-lha, na cabeça e cobriram-no com um manto de púrpura.” (Jo 19,1-2).
Foi crucificado.
“Jesus, levando a cruz às costas, saiu para o chamado lugar da caveira, que em hebraico se diz Gólgota, onde o crucificaram e com ele outros dois, um de cada lado, ficando Jesus no meio.” (Jo 19,17-19).
Morto e sepultado.
“Dando um forte grito, jesus exclamou: pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. Dito isto, expirou.” (Lucas 23,46).
"Descendo-o da cruz, envolveu-o num lençol e depositou-o num sepulcro talhado na rocha, onde ainda ninguém tinha sido sepultado.” (Lc 23,53).
Desceu à mansão dos mortos.
“Também Cristo padeceu pelos pecados, de uma vez para sempre – o justo pelos injustos – para nos conduzir a Deus. Morto na carne, mas vivificado no espírito. Foi então que foi pregar também aos espíritos cativos.” (1Pe 3,18-19).
Ressuscitou ao terceiro dia,
“transmiti-vos, em primeiro lugar, o que eu próprio recebi: Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as escrituras; foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as escrituras.” (1Cr 15, 3-4).
Subiu aos céus, e está sentado á direita de Deus, pai todo-poderoso.
“Então o Senhor Jesus, depois de lhes ter falado, foi arrebatado ao céu e sentou-se á direita de Deus.” (Mc 16,19).
De onde há-de vir a julgar os vivos e mortos.
“E mandou-os pregar ao povo e confirmar que ele é que foi constituído por Deus, juiz dos vivos e dos mortos.” (Act 10,42).
Creio no espírito santo.
“Ora a esperança não engana, porque o amor de Deus foi derramado nos nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.” (Rm 5,5).
Na santa igreja católica.
“Também eu te digo: tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do abismo nada podarão contra ela.” (Mt 16,18).
Na comunhão dos santos.
“Depois disto, apareceu na visão uma multidão enorme que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos povos e língua. Estavam de pé com túnicas brancas diante do trono e diante do cordeiro, e com palmas na mão.” (Ap 7,9).
Na Remissão dos Pecados
“Aqueles a quem perdoardes os pecados, ficarão perdoados; aqueles a quem os retiverdes, ficarão retidos.” (Jo 20,23).
Na ressurreição da carne.
“Também dará vida aos vossos corpos mortais, por meio do seu espírito que habita em vós.” (Rm 8,11).
Na vida eterna.
“Não mais haverá noite, nem terão necessidade da luz da lâmpada, nem da luz do sol, porque o senhor Deus irradiará sobre eles a sua luz e serão reis pelos séculos dos séculos.” (Ap 22,5).
Ámen.
“Ámen! Vinde senhor Jesus!” (Ap 22,20).

Fonte| Outras referências